SAAE RECEBE ARES PCJ PARA IMPLANTAÇÃO DE ETAPA DO MÉTODO DE GESTÃO “ACERTAR”

  • Redatores: Renata Coutinho/ Marco Matos – DCI/Saae
  • Release N.º:1524 – 20/09/2022
  • Foto: DCI/Saae
admin | SAAE | Indaiatuba -SP Nesta

Na última quinta-feira, dia 15, representantes de diversos departamento do Serviço Autônomo de Água  e Esgotos (Saae) estiveram reunidos com  a Tato Consultoria, empresa contratada pela Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ), para auditar as ações realizadas pela autarquia para a implantação da terceira etapa da metodologia “ACERTAR”, um projeto entre o Ministério das Cidades e a Associação Brasileira de Agências de Regulação – ABAR , através do Programa de Desenvolvimento do Setor Água – INTERÁGUAS, que tem como objetivo aprimorar os processos de gestão das informações dos prestadores de serviços de saneamento, visando o desenvolvimento de Metodologias de Auditoria e Certificação de informações do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Participaram da reunião pela Tato Consultoria, o diretor de administração Thiago Ademir, os consultores Edson Almeida, Alberto Camargo e Alisson Rodrigo, pela ARESPCJ os analistas de Regulação e Fiscalização Edilincon Martins de Albuquerque e Sergio Rodrigues de Carvalho, e pelo Saae representantes de diversos departamentos: Administração, Arrecadação, Contabilidade, Gabinete, Informática, Hidrometria e Fiscalização, Planejamento, Projetos, Tratamento e Manutenção.

O ACERTAR é composto por 5 etapas: 1 – Diagnóstico das práticas de auditoria e certificação de informações adotadas por parte das agências reguladoras,  2 – Desenvolvimento de metodologias e elaboração de guias para auditoria e certificação das informações fornecidas pelos prestadores de serviço ao SNIS, 3 – Campanhas piloto para aplicação dos guias em prestadores de serviços, 4 – Elaboração de manual de melhores práticas de gestão de informações destinados aos prestadores de serviços e 5 – Cursos sobre as metodologias propostas para auditoria das informações geradas pelos prestadores de serviços.

A primeira etapa foi o mapeamento dos processos, afim de identificar os procedimentos na autarquia. A segunda consiste no envio de todo este material para a ARES-PCJ através da plataforma PROTIX e a terceira etapa consiste na auditoria dos técnicos que analisaram as informações e orientam as ações e ajustes necessários para implantação das próximas etapas.



Abra chat
1
Precisa de ajuda?
Somente emitimos 2a. via que não consta no site, antes verifique no menu SERVIÇOS ON-LINE, 2a. via. Obrigado